Migração de rádio AM para FM: como funciona? quanto custa?

Com problemas de interferência nos receptores AM, o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) viu como necessário intervir para que as rádios com essa frequência migrarem para FM até 2020. A medida busca uma melhoria na qualidade do áudio, além de diminuir os custos de operação e manutenção. Como a migração funciona?

Veja o conteúdo especial da Federal FM para você montar sua emissora de rádio on line ou criar seu podcast

Para a migração das rádios do modelo AM para o FM é necessário fazer um pedido para o Ministério das Comunicações. Os pedidos começaram no segundo semestre de 2014, durante  o governo de Dilma Rousseff. O procedimento terá em média um custo de 140 mil reais, de acordo com Rodrigo Neves (presidente da AESP – Associação das Emissoras de Rádio e TV do Estado de São Paulo).

Uma pesquisa feita pela ABERT mostrou que 95% das emissoras pesquisadas consideraram a mudança do AM para o FM positiva, ou seja, tendo um número enorme de aceitação. Das 1.721 emissoras de rádios AM, 1720 pediram a migração para FM. E 615 já atuam neste modelo e com isso, já aconteceram relatos de aumento de faturamento ao começarem atuar no FM, mesmo em tão pouco tempo.

Em termos de programação, a migração para o FM possibilita a introdução do novo FM, no qual vocês poderão ver a música tocando no momento ou a programação na própria tela do device que estará escutando (lógico se o seu device contar com essa tecnologia), Além disso, estima-se que as rádios conseguirão manter uma programação de 24 horas, algo que não acontecia no antigo AM.

Você pode pensar que deve ser difícil para as emissoras passarem por todo esse procedimento, porém a migração deve ser considerada um investimento tanto para o público, quanto para o própria emissora. Além das vantagens, a qualidade de áudio e todos os aspectos envolvido no FM, a migração é uma maneira de buscar a praticidade em ouvir rádio atualmente. Sendo assim, é difícil encontrar uma desvantagem na migração.

Para mais informações, acesse o site da ABERT ou do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

Texto de Vinicius Romano, Daniel Guimarães, Cláudio Henrique (4o Período de Produção Publicitária / Instituto Federal do Sul de Minas / 2019)

Como produzir podcast? Veja o passo a passo aqui

Quais equipamentos são necessários para uma rádio FM?

Como montar uma emissora de rádio FM?

Ouça o podcast da Federal FM no Spotify

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *